Se apenas entendemos duas coisas sobre a nudez…

Um artigo digno de republicar dada a sua simplicidade.

Por aqui caminhar é mesmo assim, o mais simples possível, sem seguir a multidão e partindo sempre do principio que mais vale só que mal acompanhado.

Mas como em tudo existem excepções e a liberdade de andar sem roupas é uma delas, a socialização do nu e o associativismo sem roupa, são dois oásis dentro da multidão que vale a pena caminhar.

Apenas temos de escolher bem com quem caminhar e por onde caminhar, ter a nossa própria identidade e agenda é mais importante e mais difícil de preservar, pelo que se recomenda, que para caminhar ao natural se informam bem e que depois adiram sem medos e claro sem roupa.

E numa tradução muito livre aqui fica o artigo original:
Primeiro: O nu por si só não tem qualquer das características que por norma lhe podem ser atribuídas. Não é nojento, obsceno, ofensivo, grosseiro ou perigoso.

Todas estas características são apenas mentiras que estão instaladas em muitas culturas e que ouvimos desde pequenos.

Segundo: hoje em dia com muita facilidade encontramos locais onde se pode estar sem roupas. Seja sozinho ou acompanhado, as mentiras do antigamente vão caindo e cada vez mais pessoas experimentam e apreciam estar sem roupas.

” Se segues a multidão então provavelmente serás como a multidão. Se segues sozinho poderás alcançar lugares onde nunca estiveste. “
– Alan Ashley-Pitt

Naturist Philosopher

First: Nudity per se does not have any of the terrible characteristics unreflective people think it has. It is simply the condition of not having any clothes on. It isn’t “disgusting”, “obscene”, “lewd”, “offensive”, “gross”, or “harmful”. Such supposed characteristics are nothing but lies that people in far too many cultures tell each other, especially their children – not realizing they are simply parroting back what they have heard from others, probably since they were very young.

Second: It is actually very easy to get used to being naked. Especially when one is alone, but also with other people who no longer believe the lies and calumnies about nudity that are repeatedly mindlessly by people who haven’t understood the first point.

If you follow the crowd, you will likely get no further than the crowd. If you walk alone, you’re likely to end up in places no one has ever…

View original post 5 more words

Advertisements

One thought on “Se apenas entendemos duas coisas sobre a nudez…”

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s